Πέμπτη, 7 Οκτωβρίου 2010

OLHAI OS LÍRIOS DO SOCIALISMO NAS QUIXOTESCAS REPÚBLICAS DA DÍVIDA

DISCURSO DA DÍVIDA A D.QUI XÔ KRATES
Por isso vos digo: Não vos inquieteis quanto á vossa vida, com o que haveis de comer ou de beber, nem quanto ao vosso corpo com o que haveis de vestir.

Olhai como crescem os lírios do campo!
Não trabalham nem fiam.São como os membros do partido

Pois Eu vos digo: Nem CAVACO, em toda a sua magnificência, se vestiu como qualquer deles.
Ora, se o EURO veste assim a erva do campo, que hoje existe

e amanhã é lançada ao fogo, como não fará muito mais por vós, homens de pouca fé?

Porventura não é o corpo mais do que o vestido e a vida mais do que o alimento? Olhai para as aves do céu: Não semeiam, nem ceifam, nem recolhem em celeiros;
e o vosso EURO alimenta-as.
Não valeis vós mais EUROS do que elas?

Qual de vós, por mais que se preocupe, pode acrescentar um só côvado à duração de sua vida?

Porque vos preocupais com o vestuário?



Não vos preocupeis, dizendo:

"Que comeremos nós, que beberemos, ou que vestiremos?".

Os pagãos, esses sim, afadigam-se com tais coisas; porém, o vosso EURO bem sabe que tendes necessidade de tudo isso.
Procurai primeiro o Seu reino e a Sua justiça, e tudo o mais se vos dará por acréscimo.
Não vos inquieteis, portanto, com o dia de amanhã, pois o dia de amanhã já terá as suas preocupações.
Bem basta a cada dia o seu trabalho nas ESTRADAS de PORTUGAL ou na REFER

Não julgueis para não serdes julgados, pois, conforme o juízo com que julgardes, assim sereis julgados.(ESQUECEI OS FREEPORTS)

Pedi e dar-se-vos-á, se fores apóstolos socialistas ou afins
procurai e encontrareis lugar nas estradas de Portugal
batei e abrir-se-vos-á a porta dos 130 mil euros
Pois, quem pede recebe; e quem procura encontra; e ao que bate abrir-se-á.

Qual de vós, se o seu filho lhe pedir pão, lhe dará uma pedra?
Ou, se lhe pedir peixe, lhe dará uma serpente?

Ora bem: Se vós, sendo maus, sabeis dar coisas boas aos vossos filhos, quanto mais o vosso GOVERNO que está nos Céus dará coisas boas àqueles que Lhas pedirem.

Δευτέρα, 4 Οκτωβρίου 2010

O verdadeiro carácter da república foi a produção de falta de carácter?1910 -2010 m. spalis 4 d.,pirmadienisNAS REPÚBLICAS SEM SANCHO-REX

INSALUBRIDADE DE CORPOS E ALMAS

EIS O RESUMO DA OBRA DAS REPÚBLICAS E MONARQUIAS AFINS

O verdadeiro carácter da república foi a produção de falta de carácter?
dúvidas existencialistas

ou a falta de carácter é inerente às estruturas do estado português?

tal como herdamos corporativismos

da república ditatorial salazarista

teremos também herdado falta de carácter dos políticos da monarquia?

estas dúvidas avassalam-me as meningezitas


ASCENSÃO E QUEDA DOS GRANDES EDUCADORES NACIONAIS

dos caciques sem carácter
ao carácter sem povo

LEVANTAI ALTO A CABEÇA
ESTA É A NOSSA CASA ESTA É A NOSSA OBRA

Παρασκευή, 1 Οκτωβρίου 2010

Nos ALFARRÁBIOS do Só crates? More Crates ? QUIXOTE

No último ano, o número de empregados com remunerações líquidas acima de 3 mil euros cresceu 26,7%, diz-nos aparentemente o Instituto Nacional de Estatística.


Trata-se de uma minoria (32 mil pessoas) que não chega a 1% do total dos trabalhadores por conta de outrem, infelizmente 26mil estão ligadas ao estado ou a empresas píblicas RTP incluida.



Pelo contrário, também no último ano, os que ganham menos de 600 euros (37,4% dos trabalhadores por conta de outrem, perto de 1 milhão e meio de pessoas) viram os seus postos de trabalho diminuir 4,7% (menos 70 mil empregos)....coisas que acontecem
fora do sector público geralmente
PARA SURDOS .....QUERIAM AVISOS MAIS CLAROS QUE ESTES
JÁ ELES SABIAM DO QUE O SÓCRATES GASTA