Κυριακή, 30 Ιουνίου 2013

DAS LIÇÕES QUE A HISTERIA DÁ A UMA HISTÓRIA QUE NUNCA PEDIU LIÇÕES E MUITO MENOS AS DEU...

A história, nunca ensinou nada, porque se ensinasse alguma cousa não estávamos perpetuamente em colapsos civilizacionais adiados

 e a atualidade apenas confirma que o acordo ortográfico medrou bem pois se os cidadãos se revoltam ou revoltam-se nos períodos de mais aguda crise ou privação
então os brasileiros mortos de fome durante boa parte do século XX eram uns masoquistas do caralho....


que os cidadãos se revoltam ou revoltam-se ocasionalmente  contra um estado de coisas injusto, em motins ou em motinhas de Hell's Angels já a gente o sabia ó sabiá

obrigando ou parecendo obrigar algumas instituições (exceptuam-se Fundações Estilo Getúlio Vargas e Lojas com homens travestidos de fadas do lar ou de magarefes de vegetais blood free....e o poder político ou político-económico
a inflexões temporárias e pouco significativas na governança ou noutra hansa  ou noutra cybernetica grega da governação das naus ou naves .

Seria de esperar que os jovens europeus sexagenários ou os adultos octagenários  fossem gregos, portugueses ou espanhóis, governados por conservadores que lhes estão a sequestrar o futuro,já para mais de 20 anos...e alguns ociosos dizem há mais de 50 ou mesmo 150...

 tanto no emprego inexistente numa economia a crédito e prenhe de serviços de venda e manutenção de Ipod's e Iphodesphodes e outras FDP's Fanatiquices dos Pópós

como na saúde muito gasta duma populaça com 1 milhão acima dos 74

 e na educação, que foi sempre uma merda desde Verney a José Sarney e ao desnorte das águas...

pois seria normal que jovens de idade vetusta se revoltassem nas ruas e queimassem carros nos bairros de 6 de maio, ou na zona j de chelas ou bruxelas

 e o fizessem mais intensamente do que os jovens brasileiros cuja idade média do quartil inferior é ligeiramente inferior à europeia assim como o nível de vida dos miseráveis

miseráveis esses , governados por um governo progressista que tem prosseguido políticas de inclusão social, também conhecida por esmola

enquanto embolsam fluviários de grana ou pilim ou arrotam rotundas de arame ou de notas de palhaços mil...

governo progressista ainda que por vezes equivocado a respeito da prioridade relativa do poder económico e dos direitos de cidadania.....chama-se em grego Latrocracia

ou é em latinório de Theocracia?